Novo avanço na computação gráfica permite simular perfeitamente a pele humana


Uma pesquisa de computação gráfica revelada recentemente na Siggraph 2015 pode mudar o futuro do entretenimento dos vídeo games.

Graças a uma equipe de pesquisadores do USC Institute for Creative Technologies (EUA) e da Imperial College London (Reino Unido). Juntos, eles desenvolveram um novo método de capturar deformações impossivelmente sutis na pele humana, traduzindo-as para personagens gerados em computador.

Motion capture, a captura de movimentos que grava a performance física do ator e a traduz para o personagem virtual, pode parecer um atalho quando se trata de animação. Mas a técnica é capaz de reproduzir detalhes incrivelmente sutis, como gestos e movimentos que um animador poderia deixar de lado.

Com um apetrecho projetado especialmente para este fim, a equipe de pesquisadores encontrou uma nova forma de capturar os pequenos detalhes da superfície de várias porções de pele do rosto de um ator, conforme ela se estica e se deforma, em uma resolução de 10 mícrons.

A câmera detecta a deformação exata até mesmo de poros individuais da pele, e usando software próprio, a área capturada pode ser mapeada à pele artificial de um personagem gerado em computador, tornando as emoções do rosto tão realistas que você não poderá dizer o que é humano e o que é gerado no computador.




Fonte: Gizmodo
________________________________________________________________________________________________________________________