Epidemia Mortal no World of Warcraft em 2005


Em uma infeliz iniciativa de apresentar um novo monstro com armas e poderes especiais, a Blizzard acabou criando uma espécie de "praga virtual" que se propagou e matou os personagens de milhões de jogadores.

No dia 13 de setembro de 2005 a Blizzard incluiu no World of Warcraft uma nova Raid chamada Zul' Gurub, no qual os jogadores deveriam enfrentar vários Bosses e um deles era: Hakkar, O Deus do Sangue.



Ao matar o monstro, o jogador era atingido por uma magia chamado Corrupted Blood, que suga a metade da vida do personagem e é capaz de matar os que estiverem mais enfraquecidos.
A magia deveria afetar somente as redondezas de onde Hakkar havia sido morto, mas o que a Blizzard não esperava é que alguns jogadores conseguiram descobrir uma maneira de transferir a praga virtual para outros personagens.

Após a descoberta, os jogadores conseguiram ainda transportar o personagem para fora da Raid e infiltrá-lo na cidade de Orgrimmar (cidade mais populosa da Horda), depois disso esse bug virou uma espécie de "Doença Virtual" e acabou se espalhando pelo mundo todo criando uma epidemia incontrolável.

Segundo uma reportagem da BBC britânica feita na época, estima-se que antes da epidemia acabar, milhões de jogadores já tinham perdido seus personagens por conta desse bug.

O que tornava a ameaça ainda mais perigosa é que a praga era contagiosa e ao contrário do que se pensava inicialmente, personagens controlados pelo computador (NPC) também portavam a doença, e apesar de serem imunes ao ataque, esses NPC's transmitiam o Corrupted Blood para todos a sua volta.

A Blizzard afirma que o primeiro servidor infectado pela praga foi Archimonde, mas pelo menos outros dois ou mais servidores tenham sido infectados mais tarde.

A "doença digital" foi responsável pela morte instantânea de personagens mais fracos de level baixo, mas parece que até os personagens mais fortes acabavam morrendo após um tempo.



Vários fóruns de discussão mostravam tópicos de jogadores totalmente perdidos e desesperados com as cenas que presenciavam no jogo, em algumas vilas e cidades, erá possível encontrar centenas de corpos e caveiras no chão. Uma das discussões mais quentes daquele momento era se a catástrofe foi intencional ou apenas uma atitude mal calculada da Blizzard. 

Primeiramente a Blizzard tentou controlar a epidemia reiniciando os servidores afetados e aplicando atualizações de emergência, apesar do esforço novos focos da doença foram detectados e novamente as mortes chegavam a milhares.

Estima-se que cerca de quatro milhões de jogadores foram infectados pelo vírus, todas as cidades e vilas estavam cobertas de caveiras e a maioria dos sobreviventes haviam fugidos das áreas populares em busca de segurança nos campos e cavernas.

A única saída da Blizzard em relação ao desastre foi aplicar com emergência uma nova atualização ao jogo.



Um fato muito interessante foi que o ocorrido serviu de estudo para epidemiologistas, para ajudar a conter epidemias de escalas mundiais, como a grupe suína. Uma prova disso é uma matéria feita pela G1 de 2009.

Fontes: BBC, Wiki
________________________________________________________________________________________________________________________